sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

SONDAGEM NASOGÁSTRICA (SNG)

Sondagem nasogástrica é o processo de introdução de sonda através do orifício nasal até a cavidade gástrica. Esse procedimento é utilizado para remoção do conteúdo gástrico, coleta de material para exame, alívio das distensões abdominais e introdução de alimentos e drogas no estômago. A sonda nasoenteral, por sua vez, vai até o intestinal. O procedimento de passagem da sonda nasoenteral é feito apenas pelo médico ou enfermeiro.
A sonda nasogástrica pode permanecer aberta ou fechada, conforme a sua indicação (a sonda nasoenteral permanece fechada):
      · Se for para drenagem do conteúdo gástrico, mantê-la aberta.
      · Se for para alimentação ou medicação, mantê-la fechada, abrindo quando necessário.
30.1 - Procedimentos para executar a técnica de sondagem nasogástrica
a.    Verifique a indicação da sondagem.
b.    Lave as mãos e prepare o seguinte material: sonda nasogástrica, benzina, seringa de 20 ml, bolsa coletora, esparadrapo, borracha de extensão, gazes, um copo com água, cuba-rim, recipiente para lixo, lenço de papel, estetoscópio, toalha e luvas de procedimento.
c.    Leve o material para junto do paciente.
d.    Oriente o paciente sobre o procedimento.
e.    Coloque-o na posição de Fowler, se possível com a cabeça elevada, mantê-lo em decúbito dorsal, lateralizando a cabeça e inclinando-a para frente.
f.     Forneça lenço de papel para o paciente assuar o nariz.
g.    Proteja o tórax com a toalha.
h.    Calce as luvas.
i.      Limpe a pele do nariz e da testa com gaze umedecida em benzina ou éter.
j.      Tire a sonda da embalagem, segure-a com a gaze e meça externamente a distância entre o nariz e orelha e desta para o centro da região epigástrica, sem encostar-se ao paciente; demarque com o esparadrapo.
k.    Ao introduzir a sonda na narina peça, inicialmente, para o paciente inspirar e, assim que a sentir na faringe, deglutir a sonda; faça movimentos firmes e suaves, introduzindo a sonda até o ponto demarcado. Se o paciente tossir, apresentar cianose ou ficar agitado, suspenda a manobra e retire a sonda até o nível da faringe. Aguarde que se refaça para iniciar a introdução. Se houver sangramento ou resistência, comunique.
l.      Utilize a cuba-rim e o lenço de papel se houver necessidade.
m.   Verifique a localização da sonda:
n.    Mergulhe a ponta da sonda no copo com água: se borbulhar indica que está na traquéia; retire a sonda até a faringe, peça para o paciente deglutir e reintroduza;
o.    Aspire com seringa o conteúdo gástrico: se retornar indica que está no estômago; ou injete ar pela sonda com uma seringa e ausculte o ruído de ar na região gástrica com o estetoscópio.
p.    Feche a sonda, prenda com esparadrapo em laçada e fixe-a no nariz e na testa do paciente sem tracionar a narina.
q.    Abra a sonda, faça a conexão com a bolsa coletora se a finalidade for eliminação de conteúdo gástrico.
r.     Proceda à anotação do procedimento realizado e intercorrências.
30.2 - Procedimentos para a manutenção da sonda
a.     Movimente a sonda a cada 24 horas com a seguinte manobra: tracione para fora 8 a 10 cm da sonda; limpe com gaze e retorne à posição anterior; troque a fixação de esparadrapo se necessário; mantenha as narinas limpas.
b.     Meça e anote o volume drenado, se a sonda permanecer aberta. O valor deve ser considerado no balanço hídrico.
c.     Faça aspiração quando houver prescrição.
d.     Proceda à anotação do procedimento e intercorrências.
30.3 - Procedimentos para a retirada da sonda
a.    Calce as luvas de procedimento.
b.    Descole o esparadrapo do nariz e a testa com gaze embebida em benzina ou éter.
c.    Oriente o paciente a prender a respiração.
d.    Feche a sonda, envolva-a com gaze e tracione com movimento firme e rápido.
e.    Forneça o lenço de papel ao paciente para assuar o nariz.
f.     Proceda à anotação do procedimento realizado e intercorrências.
30.4 - Observações
A técnica da SNE é realizada por médicos e enfermeiros seguindo padrões semelhantes ao da sondagem gástrica.
Essa sonda pode permanecer com o paciente por até 6 meses sem a necessidade de troca ou conforme protocolo do hospital.
A sonda de Dubboff poderá ser usada como uma sonda gástrica para pacientes que deverão permanecer sondados por muitos meses. Para retire-la, a técnica é semelhante à da sonda gástrica.
A lavagem da sonda após a infusão de líquidos impede sua obstrução.

Nenhum comentário:

Arquivos